24 novembro 2014

Resenha: Os Garotos Corvos

Finalmente consegui ler a o primeiro livro da nova série de Maggie Stiefvater, uma das minhas autoras preferidas. Porém esse livro foi meio que uma decepçãozinha.


Sinopse: "Todo ano, na véspera do Dia de São Marcos,­ Blue Sargent vai com sua mãe clarividente até uma igreja abandonada para ver os espíritos daqueles que vão morrer em breve. Blue nunca consegue vê-los — até este ano, quando um garoto emerge da escuridão e fala diretamente com ela.
Seu nome é Gansey, e ela logo descobre que ele é um estudante rico da Academia Aglionby, a escola particular da cidade. Mas Blue se impôs uma regra: ficar longe dos garotos da Aglionby. Conhecidos como garotos corvos, eles só podem significar encrenca.
Gansey tem tudo — dinheiro, boa aparência, amigos leais —, mas deseja muito mais. Ele está em uma missão com outros três garotos corvos: Adam, o aluno pobre que se ressente de toda a riqueza ao seu redor; Ronan, a alma perturbada que varia da raiva ao desespero; e Noah, o observador taciturno, que percebe muitas coisas, mas fala pouco.
Desde que se entende por gente, as médiuns da família dizem a Blue que, se ela beijar seu verdadeiro amor, ele morrerá. Mas ela não acredita no amor, por isso nunca pensou que isso seria um problema. Agora, conforme sua vida se torna cada vez mais ligada ao estranho mundo dos garotos corvos, ela não tem mais tanta certeza."

"Garotos Corvos" é um livro de fantasia diferente, gostei da Maggie ter fugido dos temas clichês e totalmente inédito nesse estilo. Porém acho que por o tema ser muito novo ela teve que se aprofundar de mais nas explicações, então, o começo do livro foi muito arrastado. Para ser sincera a estória só me pegou lá na pra página 250, e mesmo assim eu não consegui entender muito bem a mitologia.

As personagens de Maggie sempre são demais, isso é um dos pontos que mais gosto na sua escrita, e nesse livro não é diferente, todos são bem complexo e acho que ainda teremos que ler muitos livros para entendê-los bem. Meu preferidos foram Blue e Gansey, adoro o jeito exótico dela e inteligência dele, os dois são tão opostos e combinam tanto, que é impossível não shippar.

Continuando a falar de Gansey e Blue, acho que o que mais me frustou nesse livro foi o fato de que sabemos que uma hora eles vão se apaixonar, porém nada acontece para levá-los até esse caminho. Vi muita gente comentando que gostou do livro, porque não tem muito romance, mas a verdade é que não tem romance nenhum, nem ao menos insinuação dele. E a Blue se envolvendo com Adam deixa tudo ainda mais confuso. Acho que faltou pelo menos um leve flerte ou tensão entre os dois.

Depois das 250 páginas chatinhas, o livro começa a ficar interessante, quando vários mistérios vão sendo revelados. Nesse momento a leitura flui e você devora as páginas restantes. E então chegamos a melhor parte o final, que final incrível. A autora fecha o livro com uma frase que atormenta o leitor até o próximo livro, que te instiga a querer continuar a série. Inclusive esse é um dos motivos que me fazem querer ler "O Ladrão de Sonhos", mesmo tendo achado esse um dos livros mais fracos da autora, eu preciso saber como aquilo tudo pode acontecer. Vamos ver se no segundo livro a estória dos Garotos Corvos me pega de vez.

Boa Leitura!
Até o próximo post!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo