27 novembro 2014

Resenha: Extraodinário

Quando saiu "Extraordinário" da R.J Palacio foi uma febre, via várias pessoas lendo e comentando sobre o livro. Tenho que confessar que devido a esse burburinho eu fiquei com preguiça de lê-lo. Esse mês estão descobri a bobeira que foi ter adiado a leitura, porque esse livro foi um dos melhores que eu li esse ano, se não entrou para a lista de preferidos da vida.


Sinopse: "August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso ele nunca frequentou uma escola de verdade... até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros."

"Extraordinário" é um livro narrado pelas próprias personagens, August e todos que convivem com ele. Acho que neste livro, a escolha do narrador personagem é perfeita, você consegue entender as personagens, sentir o que elas sentem, e o livro se torna ainda mais duro e impactante. Mesmo que a escrita seja leve e de fácil leitura, a autora conseguiu passar seriedade e questionamentos importantíssimos.

Como já disse o livro é bem denso, várias vezes me peguei emocionada e tive que parar de ler, para não ficar em lágrimas. Tudo que o August enfrenta é dolorido e te faz questionar diversas coisas. Mas não é só pelo o que ele vive, as pessoas que ficam ao seu lado também enfrentam uma barra, algumas podem parecer egoístas, porém você vai entendendo o lado da personagem, e perdoa seus momentos egoístas.

O livro é incrível por mostrar, sem medo, o quanto as crianças são cruéis e de que isso é algo que vem de dentro de casa. Isso é muito real, quando você é diferente na escola, tem que sofrer com o pré-conceito, e elas não tem medo de falar o que quer ou pensar no quanto isso pode magoar uma pessoa. Por essa abordagem, acredito que esse livro deveria ser leitura obrigatória nas escolas.

"Estraordinário não é apenas um livro triste, pelo contrário, tinha vários momentos engraçados e doces. Fora que você vai acompanhando o crescimento de August e sua libertação, até a maneira como ele narra vai mudando durante o livro.

Gostei demais do livro da R.J Palacio, acho que o título já é um adjetivo para a estória. Recomendo que todos leiam esse livro, e peguem a mensagem que ele passa e mude de verdade o seu modo de ver a vida. Leitura obrigatória.

Boa leitura!
Até o próximo  post!

Um comentário:

  1. Esse livro é todo amorzinho, né? Quando comecei a ler achei que seria muito dramatico, mas acabei adorando.
    beijinhos,
    Iza
    http://meninaforadeserie.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo