09 junho 2014

Resenha: A Saga Otori - O Piso Rouxinol

Eu sou encantada pelo Japão e sempre pensei em escrever um livro que se passasse nesse local. A cultura japonesa seria um ótimo pano de fundo de uma estória incrível. Mal sabia eu, que esse livro já existia e que não era apenas um livro, mas uma trilogia que já é sucesso há muito tempo.

Sinopse: "Em sua fortaleza de muralhas escuras, o senhor e assassino Iida Sadamu observa seu famoso piso-rouxinol. Construído com grande perícia, esse piso canta a cada passo de quem tente atravessá-lo. Nenhum ser humano consegue passar por ele sem ser ouvido.
Mas, num remoto povoado das montanhas, na parte alta das terras vastas e antigas dos Três Países, mora um menino fora do comum. Ele ainda está por descobrir sua verdadeira identidade e o grande mistério que lhe confere o poder de destruir as ambições assassinas de Iida.
Criado entre os Ocultos, povo isolado e voltado para o desenvolvimento da mente, Takeo conhece apenas os caminhos da paz. No entanto, ele tem os dons sobrenaturais da Tribo - uma audição extraordinária, a capacidade de estar em dois lugares ao mesmo tempo, o poder de se tornar invisível.
Quando sua vida é salva pelo misterioso Senhor Otori Shigeru, Takeo inicia a jornada que o levará ao encontro de seu destino, no interior das muralhas de Inuyama. Em seu trajeto ele irá conhecer vingança e traição, honra e lealdade, beleza e magia, além da avassaladora paixão amorosa.
O piso-rouxinol, o primeiro livro da trilogia A saga Otori, é uma história vigorosa, uma extraordinária obra de ficção, de magnitude épica e de brilhante imaginação. O mundo mítico dos Otori é inesquecível."


A escritora Lian Hearn também apaixonada pelo país asiático criou a Saga Otori, em que todos os traços do Japão estão presentes, porém não necessariamente com essa denominação. O universo da Saga é inspirado no Japão Feudal, tal como o universo de Game of Thrones é inspirado na Europa.

A primeira parte da trilogia recebe o nome de “O Piso Rouxinol”, e é onde a autora começa a apresentar as personagens e as locações da estória. Como todos os livros desse estilo, preciso dizer que os primeiros capítulos são bem cansativos, devido às explicações e inserção a esse novo “mundo”. Porém gostei do fato de Lian não se delongar nessa parte, ela é objetiva, o que torna a leitura mais agradável.

A escrita de Hearn é marcada pela escassez de diálogos, o livro é basicamente narração. Os narradores são dois: um personagem e um onisciente. Nos capítulos em que acompanhamos Takeo, é ele que conta a estória, já nos capítulos de Kaede temos um narrador que conta o que se passa com a garota, sabendo até o que a jovem pensa.

As personagens de “A Saga Otori” são incríveis, são bem construídas e tem um desenvolvimento interessante na trama. O desenvolvimento é notável, temos nos primeiros capítulos duas crianças, que durante o livro vão desabrochando e se tornando adultos. Adorei as duas personagens principais, Kaede e Takeo, os dois são geniais. Claro, que tenho favoritismo por Shirakawa, que mesmo em situação miserável não abandona o orgulho de sua família (me lembrou muito a Daenerys de GoT), ela também passa de uma garota frágil que precisa de cuidados a uma mulher forte que sabe se virar sozinha. Takeo é o típico guerreiro (dele me lembrei de vários personagens de animes), preocupado com a honra e devoção, ele é comprometido com suas promessas e dívidas.

A estória vai se desenrolando e é um pouco óbvia, eu já imaginava que certas coisas iriam acontecer (e olha que não li spoilers), não temos muito mistérios. Isso não me incomodou, uma vez que o enredo é bem construído e a escrita tem conteúdo. Gostei dos acontecimentos finais do livro, e lembro-me de devorar as últimas páginas e quando cheguei ao final sofri por não ter a continuação em mãos. Estou encantada pela Saga e no momento estou totalmente contaminada pelo universo, e espero que os próximos livros sejam tão maravilhosos quanto “O Piso Rouxinol”.

Boa Leitura!
Até o próximo post!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo