25 outubro 2013

Filme: O Grande Gatsby

Algumas semanas atrás estava tentando escolher o melhor filme que assisti esse ano, mas não conseguia me decidir, até na tarde de domingo quando finalmente assisti "O Grande Gatsby". Que é a quarta adaptação cinematográfica do livro Scott Fitzgerald. Eu sou muito previsível, eu sei, ter como filme preferido do ano um que é adaptação de um livro. Mas essa adaptação merece toda a adoração do mundo, porque o filme é sensacional.


Sinopse: "Nick Carraway (Tobey Maguire) tinha um grande fascínio por seu vizinho, o misterioso Jay Gatsby (Leonardo DiCaprio). Após ser convidado pelo milionário para uma festa incrível, o relacionamento de ambos torna-se uma forte amizade. Quando Nick descobre que seu amigo tem uma antiga paixão por sua prima Daisy Buchanan (Carey Mulligan), ele resolve reaproximar os dois, esquecendo o fato dela ser casada com seu velho amigo dos tempos de faculdade, o também endinheirado Tom Buchanan (Joel Edgerton). Agora, o conflito está armado e as consequências serão trágicas."


Sempre soube que iria gostar de "O Grande Gatsby", porque ele foi dirigido por Baz Luhrmann que foi responsável pela direção de dois filmes que gosto muito, Moulin Rouge e Romeu+Julieta. Gosto do estilo de Baz, de fazer o filme um espetáculo grandioso, com cenários, figurinos, trilha sonora e passagens de cena magníficos. Acho que ele merecia sempre ganhar o Oscar com seus filmes.

Um bom diretor sem um bom roteiro não adianta nada, e esse filme tem um enredo sensacional, mérito é claro de Fitzgerald. O enredo é tão genial e surpreendente, que deixa a gente de boca aberta. Não vou comentar muito sobre a estória, porque pretendo ler o livro e fazer resenha aqui no blog, e também para não estragar os mistérios.



Gostei muito do figurino do filme e de seus cenários, é tudo tão maravilhoso e exagerado, acho que nem o autor do livro imaginou as festas tão exuberantes quanto a que foram criadas para o cinema. Todo o charme e luxo dos anos 20 foram muito bem recriados, dá vontade de cortar o cabelo para usar todos aqueles acessórios de cabeça, e poder beber champanhe a noite toda nas festas de Gatsby.


O elenco do filme também é de primeira, mas um ator em especial foi o melhor em cena: Leonardo DiCaprio, que provou para todos que não é só o galãzinho de Titanic (isso já tem bastante tempo). DiCaprio é o Gatsby em pessoa, a interpretação dele está impecável, ele conseguiu passar todo o amor e a obsessão de Jay através do seu olhar. E é claro que tenho que dizer que ele fica lindíssimo naquele figurino.


Outro ator que estava perfeito em seu papel, é o eterno homem aranha Tobey Maguire, ele encarnou bem a sua função de narrador. Ele me lembrou muito o Christian de Moulin Rouge, é inegável que o diretor se apegou um pouco ao seu antigo personagem, mas não acho que isso tenha sido ruim.


Uma das coisas que eu mais gosto nos filmes do Baz são as trilhas sonoras, ele insere músicas modernas em estórias de época, isso é sensacional. E em "O Grande Gatsby" ele segue esse padrão, e nós somos agraciados com cenas de carros antigos e festas ao som de Hip Hop de primeira qualidade, e de cenas lindas com músicas tão anos 20 nas vozes de jovens cantoras como Lana Del Rey.

Kanye West feat Jay Z - No Church In The Wild

Lana Del Rey - Young and Beautiful

Fergie - A Little Party Never Killed Nobody (All We Got)

Will.i.am -  Bang Bang


A adaptação de "O Grande Gatsby" de 2013 é incrível e indico a todos que se deixem envolver no mistério de Gatsby e viagem no tempo até a década de 20 com o filme de Baz Luhrmann, porque vale a pena.

Bom Filme!
Até o próximo post!







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo