23 novembro 2012

Resenha: Os Instrumentos Mortais: Cidade das Cinzas


Sinopse: "Clary Fray só queria que sua vida voltasse ao normal. Mas o que é “normal” quando você é uma Caçadora de Sombras assassina de demônios, sua mãe está em um coma magicamente induzido e você de repente descobre que criaturas como lobisomens, vampiros e fadas realmente existem? Se Clary deixasse o mundo dos Caçadores de Sombras para trás, isso significaria mais tempo com o melhor amigo, Simon, que está se tornando mais do que só isso. Mas o mundo dos Caçadores não está disposto a abrir mão de Clary — especialmente o belo e irritante Jace, que por acaso ela descobriu ser seu irmão. E a única chance de salvar a mãe dos dois parece ser encontrar o perverso ex-Caçador de Sombras Valentim, que com certeza é louco, mau... e também o pai de Clary e Jace. Para complicar ainda mais, alguém na cidade de Nova York está matando jovens do Submundo. Será que Valentim está por trás dessas mortes? E se sim, qual é o seu objetivo? Quando o segundo dos Instrumentos Mortais, a Espada da Alma, é roubada, a aterrorizante Inquisidora chega ao Instituto para investigar — e suas suspeitas caem diretamente sobre Jace. Como Clary pode impedir os planos malignos de Valentim se Jace está disposto a trair tudo aquilo em que acredita para ajudar o pai?"


A minha leitura desse livro foi muito estranha, eu o devorei em 3 dias, não sei se isso aconteceu porque queria muito que o final de Cidade dos Ossos fosse revertido ou se gostei demais dele. Então pode ser que eu tenha que relê-lo, para absorvê-lo melhor.

Diferente de muitas pessoas, eu gostei muito de Cidade das Cinzas. Gostei do clima tenso que foi criado a partir da Inquisidora, me fez lembrar de Dolores Umbridge. Jace ainda não conseguiu me conquistar, acho ele muito convencido, me incomoda bastante a personalidade dele. Simon caiu no meu conceito, devido a uma certa burrada que fez depois de ter o coração partido por Clare. Dois personagens que antes me passaram despercebidos no primeiro livro ganharam meu coração: Magnus Bane e Alec, os dois são demais quero muito que eles fiquem juntos.

A escrita de Cassandra Clare continua maravilhosa, suas descrições e criações de mitologia são impecáveis. Gosto muito dela envolver tabus em seus livros, mesmo que a temática seja fantasia, a questão do incesto e da homossexualidade são retratadas com muito delicadeza e respeito, acho isso um dos pontos fortes de sua escrita. Além desses quesitos ela tem o dom de fazer o leitor roer as unhas e desejar ler cada vez mais os seus livros, como eu já havia comentado na minha resenha sobre Cidade dos Ossos o final desse livro também foi de arrasar.Se você vai começar a ler Instrumentos Mortais recomendo que compre todos os livros já lançados, senão você vai ficar em cólicas pelos próximos livros.

Recomendo essa série pra todos os fãs de fantasia, acho que finalmente consegui encontrar uma série tão boa quanto Harry Potter. Cassandra Clare não fica pra trás de J.K Rowling.

Tenha um boa leitura!
Até o próximo post.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo