09 janeiro 2017

Resenha: Dois Irmãos

Eu sou daquelas que adora uma adaptação, no cinema ou na TV, eu sempre vou assistir todas. E a Globo é especialista em fazer adaptações literárias no brasil, com suas minisséries maravilhosas, e se no ano passado foi "Ligações Perigosas" que mexeu com o meu coração, esse ano as prévias de "Dois Irmãos" me enlouqueceram. Ma diferente do ano passado eu quis ler o livro antes da adaptação e me deparei com a incrível história de Yaqub e Omar.


Sinopse: "Dois Irmãos é a história de como se constroem as relações de identidade e diferença numa família em crise. É a história de dois irmãos gêmeos - Yaqub e Omar - e suas relações com a mãe, o pai e a irmã. Moram na mesma casa Domingas, empregada da família, e seu filho. Esse menino - o filho da empregada - narra, trinta anos depois, os dramas que testemunhou calado. Buscando a identidade de seu pai entre os homens da casa, ele tenta reconstruir os cacos do passado, ora como testemunha, ora como quem ouviu e guardou, mudo, as histórias dos outros. Do seu canto, ele vê personagens que se entregam ao incesto, à vingança, à paixão desmesurada. O lugar da família se estende ao espaço de Manaus, o porto à margem do rio Negro: a cidade e o rio, metáforas das ruínas e da passagem do tempo, acompanham o andamento do drama familiar. Prêmio Jabuti 2001 de Melhor Romance."

"Dois Irmãos" vai contar a história da família de Zana e Halim, descendentes de libaneses que se conheceram  em Manaus, se apaixonaram, casaram e tiveram três filhos, dois deles o gêmeos Omar e Yaqub. A história é narrada pelas as lembranças das personagens e não seguem uma ordem linear, e temos um narrador que no começo não é revelado, mas que aos poucos nos conta qual a ligação dele com aquela família.

O livro vai retratar principalmente a relação conflituosa de Omar e Yaqub, que mesmo sendo idênticos, são bem diferentes na personalidade. O conflito dos dois é causado principalmente pela má relação deles com a família, Omar é idolatrado pela mãe e rechaçado pelo pai, enquanto Yaqub recebe o respeito de todos, mas lhe falta carinho. Então basicamente teremos uma família cheia de problemas e que não tem nenhum membro que seja o certo ou até mesmo o errado.

Como pano de fundo da briga entre irmãos teremos a ditadura militar, que geralmente só é retratada em cidades como São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, então temos um vislumbre de como Manaus foi atingida pelo regime.

O livro é uma delícia de ler, você devora todas as páginas a espera de descobrir o mistério que envolve o narrador e os desfecho da briga entre Omar e Yaqub. Porém temos uma história que gera incomodo e em diversos momentos você vai querer apoiar alguém, para logo em seguida não concordar com suas ações.

Gostei muito do livro e estou super ansiosa para ver Cauã Reymond na pele de Omar e Yakub, porque afinal, a Globo sabe como adaptar bem os livros.

Até o próximo post!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo