15 agosto 2016

Resenha: Uma Canção de Ninar

No ano passado eu comprei meu primeiro livro da Sarah Dessen e me encantei pela escrita da autora. Inclusive, "Os Bons Segredos" foi uma das minhas leituras preferidas de 2015. Fiquei bem empolgada quando soube que mais um livro da autora seria lançado por aqui e corri para adquirir minha edição de "Uma Canção de Ninar", porém dessa vez a estória não me pegou.


Sinopse: "Remy não acredita no amor. Sempre que um cara com quem está saindo se aproxima demais, ela se afasta, antes que fique sério ou ela se machuque. Tanta desilusão não é para menos: ela cresceu assistindo os fracassos dos relacionamentos de sua mãe, que já vai para o quinto casamento. Então como Dexter consegue fazer a garota quebrar esse padrão, se envolvendo pra valer? Ele é tudo que ela odeia: impulsivo, desajeitado e, o pior de tudo, membro de uma banda, como o pai de Remy — que abandonou a família antes do nascimento da filha, deixando para trás apenas uma música de sucesso sobre ela. Remy queria apenas viver um último namoro de verão antes de partir para a faculdade, mas parece estar começando a entender aquele sentimento irracional de que falam as canções de amor."

A primeira coisa que você precisa saber deste livro é que ele vai contar a estória de uma garota que não acredita no amor. Remy se espelha nas experiências ruins vividas por sua mãe e fecha o coração para não se apaixonar. Exatamente por isso temos uma protagonista que nas próprias palavras se descreve como uma vaca, a garota é muito cética e por isso trata os relacionamentos com descaso. 

O livro tem uma narrativa arrastada e é narrado em primeira pessoa pela protagonista da estória. Como Remy não acredita no amor vamos ver que ela tem dificuldades em descrever relacionamento, não apenas amorosos, mas familiar e até mesmo suas amizades, ela é seca, prática. Por essa narração não conhecemos bem as personagens, ela não nos deixa encantar por elas ou se envolver.

Sarah Dessen escreve muito bem e acho que a maneira como ela deu voz a sua personagem foi muito bem feita, como já disse anteriormente, enquanto lemos conseguimos ver claramente a "voz" da Remy. Porém, senti falta da empatia com a personagem ou com qualquer um. Não sei se porque sou uma pessoa que acredita no amor ou porque o livro não é mesmo bom. Durante a leitura ficava incomodada com o jeito da Remy e acabei aceitando que a garota era mesmo uma vaca.

"Uma canção de ninar" é um romance, mas o envolvimento romântico é pouco explorado, só em alguns pequenos momentos temos um vislumbre da relação de Remy e Dexter. E Dexter, o garoto desordenado que canta em uma banda tinha tudo para ser uma personagem incrível e ficou sendo apenas um maluquinho.

Infelizmente esse livro da Sarah Dessen não é para mim, porém, não irei abandonar a autora e pretendo ler ainda muitos livros dela, afinal a primeira impressão é a que fica e "Os Bons Segredos" me conquistou de vez como leitora da autora.

Até o próximo post!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo