04 julho 2016

Resenha: A Coroa

Mais uma série que se estende apenas por ganância e não acrescenta nada a estória já finalizada, esse foi o fim da trilogia que virou série "A Seleção".


Sinopse: "Em A Herdeira, o universo de a Seleção entrou numa nova era. Vinte anos se passaram desde que America Singer e o príncipe Maxon se apaixonaram, e a filha do casal é a primeira princesa a passar por sua própria seleção. 
Eadlyn não acreditava que encontraria um companheiro entre os trinta e cinco pretendentes do concurso, muito menos o amor verdadeiro. Mas às vezes o coração prega peças… e agora Eadlyn precisa fazer uma escolha muito mais difícil - e importante - do que esperava. 
America Singer e o Príncipe Maxon se apaixonaram, e a filha do casal é a primeira princesa a passar por sua própria seleção. 
Eadlyn não acreditava que encontraria um companheiro entre os trinta e cinco pretendentes do concurso, muito menos o amor verdadeiro. Mas às vezes o coração prega peças… e agora Eadlyn precisa fazer uma escolha muito mais difícil - e importante - do que esperava."

Ano passado quando foi anunciada a continuação de "A Seleção" fiquei super empolgada, acreditava que veria América e Maxon novamente e mataria a curiosidade de como foi o futuro dos dois. Mas aí veio "A Herdeira" em que temos os dois como um casal que nada se parece com os jovens dos três primeiros livros, uma filha extremamente insuportável e uma continuação mal acabada.  Eu que acreditava que o segundo livro sobre Eadlyn fosse melhor que o primeiro não poderia ter tido decepção maior.

As personagens antigas continuam sendo descaracterizadas, América é vista pela filha como uma mulher que não perdoa está desalinhada, Maxon é apenas um rei fraco que desiste fácil das coisas, Marlee perdeu toda a coragem que tinha para se tornar uma mulher chorona querendo a cria ao seu lado e Aspen também deixou de ter aquela postura para ser apenas um objeto de decoração para estória. As novas personagens nem perdi meu tempo em decorar os nomes, detestava todos os selecionados, achava o irmão da Eadlyn teve uma aparição insignificante, um vilãozinho mequetrefe que não decorei o nome e uma Eadlyn redimida que não convenceu ninguém.

Além de personagens ruins a estória é mal feita, tudo se soluciona muito rápido, de uma maneira muito ridícula. O romance entre a jovem rainha e o seu escolhido dura apenas alguns capítulos, mas os dois já sabem que se amam loucamente. Juro que não entendi o que se passou com a Kiera Cass, porque os três primeiros livros da série foram tão legais e esses dois tão ruins. Cheguei a acreditar que eu estou deixando de ser o público alvo dessas estórias e por isso não gostei, mas vi tanta gente reclamando que percebi que Kiera errou a mão na ganância. 

Conclusão, livro ruim que não pretendo reler nunca e que só vai ficar na estante para fazer par com os outros da série e porque a capa é muito bonita.

Até o próximo post!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo