24 abril 2015

10 Clássicos da Literatura

Ontem foi o Dia do Livro e eu queria ter postado essa lita ontem, mas por motivos de falta de tempo não consegui escrever o post. Mas já faz um tempo que quero falar sobre isso, então achei a data oportuna.

Sempre fui uma devoradora de livros e desde novinha lia de tudo, de Machado de Assis a J.K Rownling, mas nos últimos tempos acabei lendo em grande parte do tempo apenas best-sellers e deixando os clássicos de lado. Então andei refletindo e percebi que eu, com meus 24 anos, preciso alçar novos vôos e começar a ler literatura clássica com mais frequência. Então fiz uma lista de 10 livros clássicos que eu quero muito ler.

10) As Ligações Perigosas - Choderlos de Laclos


Sinopse: "Durante alguns meses, um grupo peculiar da nobreza francesa troca cartas secretamente. No centro da intriga está o libertino visconde de Valmont, que tenta conquistar a presidenta de Tourvel, e a dissimulada marquesa de Merteuil, suposta confidente da jovem Cécile, a quem ela tenta convencer a se entregar a outro homem antes de se casar."

Dese quando assisti segundas intenções e descobri que o filme foi inspirado neste livro, fiquei desesperada para ler. Adoro livros que são escritos através de cartas e esse jogo de intrigas também é a minha cara.

9) Mrs Dalloway - Virgínia Wolf


Sinopse: "A I Grande Guerra terminou, o calor do Verão invade Londres e Clarissa, Mrs. Dalloway, prepara-se para dar uma das suas festas. Mas quando a noite se aproxima, a chegada de Peter Walsh, o seu primeiro amor regressado da Índia, vai despertar o passado, trazendo-lhe à memória os sonhos adolescentes e a discussão que muitos anos antes a precipitou num casamento sem fulgor. De súbito, Clarissa tem consciência da força da vida em seu redor, de Peter inalterado e contudo diverso, e da sua filha Elizabeth que se está a tornar uma mulher. "

Quando assisti "As horas" me apaixonei por Virgínia Wolf e fiquei muito interessada em ler seus livros. Recentemente li "Por Lugares Incríveis" e no livro há várias citações dos livros da Virgínia, aguçou mais ainda minha vontade de ler suas obras.

8) Metamorfose - Fraz Kafka


Sinopse: "Sem a menor cerimônia, o texto coloca o leitor diante de um caixeiro viajante - o famoso Gregor Samsa - transformado em inseto monstruoso. A partir daí, a história é narrada com um realismo inesperado que associa o inverossímil e o senso de humor ao que é trágico, grotesco e cruel na condição humana - tudo no estilo transparente e perfeito desse mestre inconfundível da ficção universal."


Meu pai leu "A Metamorfose" e sempre fala que o livro é ótimo. Tenho certeza que irei ter sérios problemas para ler pelo quesito inseto, mas adoro livro que utiliza de metáforas para falar de temas polêmicos e acredito que seja o caso deste livro, pelo pouco que já li e ouvi dele.

7) Crime e Castigo - Fiódor Dostoiévki


Sinopse: "Raskólhnikov é um jovem pobre, ex-estudante da universidade, que vive nos bairros marginais de São Petersburgo. Dono de uma mente febril - como todos os grandes personagens de Dosoiévski (1821-1881) -, convence a si próprio que, deveido à sua extrema miséria, está isento de qualquer lei moral. Porém, quando resolve colocar a teoria à prova, as coisas não saem como o esperado, e ele sofre miseravelmente. Crime e castigo, parece dizer o romance, são duas faces da mesma moeda, duas realidade indissociáveis que brotam da mesma semente."

Sempre vejo as pessoas elogiando "Crime e Castigo", na verdade as pessoas sempre elogiam Dostoiévski, então quero muito descobri o que há de tão incrível no escritor russo.

6) O Evangelho Segundo Jesus Cristo - José Saramago


Sinopse: "Menos interessado na onipotência do divino que na frágil mas tenaz resistência do humano, Saramago reconta de forma irônica e crítica uma das histórias mais conhecidas no ocidente, dotando-a de corpo, cheiro, sensações, ambiguidades e novos significados recônditos."

Adoro quando autores mostram histórias muito conhecidas por outro ponto de vista e tenho certeza de que vou adorar "O Evangelho Segundo Jesus Cristo", porque sempre acreditei na humanidade de Jesus Cristo.

5) O Amor nos Tempos de Cólera - Gabriel Garcia Marques


Sinopse: "Um homem se apaixona pela trança de uma menina de família. O idílio dura algumas cartas, mas ao conhecer seu admirador, a moça rejeita-o e casa com outro. O amor, porém, persiste e dura a vida inteira."


Conheci Gabriel Garcia Marques através de um tio, que me deu de presente "Cem Anos de Solidão", e desde aí sempre quis ler outros livros do autor, já que fiquei encantada pela sua literatura fantástica.

4) O Apanhador no Campo de Centeio - J. D. Salinger


Sinopse: "Um fim-de-semana na vida de Holden Caulfield, jovem de 16 anos vindo de uma família abastada de Nova York. Holden, estudante de um reputado internato para rapazes, volta para casa mais cedo no inverno depois de ter recebido más notas em quase todas as matérias e ter sido expulso. No regresso a casa, decide fazer um périplo adiando assim o confronto com a família. Holden vai refletindo sobre a sua curta vida, repassa sua peculiar visão de mundo e tenta definir alguma diretriz para seu futuro. Antes de enfrentar os pais, procura algumas pessoas importantes para si (um professor, uma antiga namorada, a sua irmãzinha) e tenta explicar-lhes a confusão que passa pela sua cabeça. Foi este livro que criou a cultura-jovem, pois na época em que foi escrito, a adolescência era apenas considerada uma passagem entre a juventudade e a fase adulta, que não tinha importância. Mas esse livro mostrou o valor da adolescência, mostrando como os adolescentes pensam."

Outro da lista que todo mundo elogia e eu ficou louca para descobrir se também vou virar fã. A estória me interessa bastante e tenho a impressão que vou ficar extremamente mexida com "O Apanhador do Campo de Centeio".

3) Persuasão - Jane Austen


Sinopse: "Anne Elliot, filha de Sir Walter Elliot, um vaidoso e esnobe baronete. No passado, Anne apaixonara-se por Frederick Wentworth, que, embora belo, inteligente e ambicioso, não tinha tradições ou conexões familiares importantes - e assim Anne fora persuadida pela família a romper com ele. Em 1815, momento em que se passam os eventos narrados no livro, a boa, generosa e sensível Anne Elliot continua solteira, mas agora, aos 27 anos, pensa com mais autonomia e maturidade. Agora, também, a situação financeira de Sir Walter Elliot é desfavorável, e ele se vê obrigado a alugar a propriedade da família. Por força do destino, o novo ocupante da residência é cunhado de Wentworth. Quase oito anos após o rompimento, Anne se verá novamente convivendo com seu grande amor, agora um capitão da Marinha, e reflexões, conjunturas e arrependimentos serão inevitáveis. Anne e Frederick se redescobrem apaixonados, e renovam o compromisso de casamento."

Jane Austen é uma das autora responsáveis pelo um dos livros que eu mais gosto, "Orgulho e Preconceito", já li dois livros dela e quero ler todos os outros, mas "Persuasão" é um dos que a sinopse mais me interessou.

2) Anna Kariênina - Liev Tolstói


Sinopse:"Anna Karênina - Ana Karenina é um romance cujo foco principal é a história de adultério de uma mulher em plena Rússia do século XIX. Um longo romance, de quase 900 páginas, mas que está muito longe de se resumir a um drama passional. A sociedade russa de então, representada por diversos personagens ao longo do romance, é devidamente caracterizada, a nível da estrutura de relações que existiam entre as várias classes sociais, da hierarquia de poderes, e das questões pertinentes que se colocavam para o futuro da Rússia, com uma forte comparação com a evolução da Europa."

Assisti a adaptação cinematográfica com a Keira Knightly e fiquei encantada com a estória de "Anna Kariênina", desde aí queria ler o livro.

1) Os Miseráveis - Victor Hugo


Sinopse: "Esta obra é uma poderosa denúncia a todos os tipos de injustiça humana. Narra a emocionante história de Jean Valjean — o homem que, por ter roubado um pão, é condenado a dezenove anos de prisão. Os miseráveis é um livro inquietantemente religioso e político."


Quando assisti a adaptação de 2012, me apaixonei pela estória de "Os Miseráveis", tenho certeza que quando eu ler vai se tornar um dos meus queridinhos.

Essa é a minha lista de clássicos, que eu percebi não tem nenhum autor brasileiro, mas não foi algo de propósito, simplesmente quando fui pensando nos livros para a lista  foram esses que surgiram. Espero começar a eliminar livros desta lista logo, talvez este ano mesmo me dedique mais a ler os clássicos (eu espero).

Até o próximo post!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo