21 março 2014

Filme: Trapaça

Como já era de se esperar, eu não consegui assistir todos os filmes do Oscar antes da cerimônia. Porém, irei assistí-los aos pouco e fazer posts aqui no blog como prometido. Depois de "Lobo de Wall Street" eu assisti "Trapaça", e como já era de se esperar o filme é bom.


Sinopse: "Irving Rosenfeld (Christian Bale) é um grande trapaceiro, que trabalha junto da sócia e amante Sydney Prosser (Amy Adams). Os dois são forçados a colaborar com um agente do FBI (Bradley Cooper), infiltrando o perigoso e sedutor mundo da máfia. Ao mesmo tempo, o trio se envolve na política do país, através do candidato Carmine Polito (Jeremy Renner). Os planos parecem dar certo, até a esposa de Irving, Rosalyn (Jennifer Lawrence), aparecer e mudar as regras do jogo."


Sabe esses filmes em que são cheios de reviravoltas?! Pois é, "Trapaça" é exatamente isso, quando agente acha que tá dando tudo certo, tudo vai pelo espaço e quando tudo tá uma merda, acontece algo que melhora tudo. Eu particularmente gosto de filmes assim, em que tudo pode acontecer.A estória não é contada cronologicamente, passado e presente se entrelaçam. E você tem que ficar atento a essas mudanças de tempo, para tentar entender bem o que está acontecendo.


O elenco do filme é incrível, já falei isso no post das escolhas. Porém achei o Brandley Cooper apagadinho na estória, até mesmo Amy Addamns ficou de lado durante um tempo. Não que os dois atuem mal, mas mesmo nas cenas que só tinha o casal, faltava alguma coisa. Acho que isso aconteceu principalmente pelo segundo casal da trama.


Porque Christian Bailey e Jennifer Lawrence são soberanos nesse filme. Christian que é o rei da transformação corporal mais uma vez brilha com seus 16kg a mais (que lhe causaram uma hernia de disco), careca e roupas extravagantes, ele está impecável como Irving. E JLaw como sua esposa é um show à parte, com seu penteado armado e totalmente louca (adoro ela cantando "Live and Let Die"), achei que dessa vez ela merecia mais o Oscar do que no ano passado.



O que eu mais gostei nesse filme com certeza foi o figurino, MEUDEUS! estava tudo impecável. O final dos anos 70 com seus decotes, brilhos, cabelos volumosos,veludo, óculos, está tudo lá. Acho que considero o filme bom principalmente por isso, gosto dessa preocupação com a identidade da época.


A questão da identidade da época também está na trilha sonora, que é um deleite também. Adorei todas as músicas, mas carinho especial para Goodbye Yellow Brick Road do Elton John, A Horse With No Name do America e claro I Was Born to Love You que não foi na versão do Queen, mas foi demais.


Gostei muito de "Trapaça", mas não acho o melhor filme que estava concorrendo, ele como já era de se esperar não ganhou nada. Acho que ele melhor na sua montagem do que na estória em si, porém é um filme que vale a pena assistir.

Bom Filme!
Até o Próximo Post





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo