24 fevereiro 2014

Resenha: Jogos Vorazes

Essa resenha está com uns dois anos de atraso, que foi quando li Jogos Vorazes pela primeira vez, então resolvi relê-lo para fazer a resenha aqui.



Sinopse: "Após o fim da América do Norte, uma nova nação chamada Panem surge. Formada por doze distritos, é comandada com mão de ferro pela Capital. Uma das formas com que demonstram seu poder sobre o resto do carente país é com Jogos Vorazes, uma competição anual transmitida ao vivo pela televisão, em que um garoto e uma garota de doze a dezoito anos de cada distrito são selecionados e obrigados a lutar até a morte! Para evitar que sua irmã seja a mais nova vítima do programa, Katniss se oferece para participar em seu lugar. Vinda do empobrecido distrito 12, ela sabe como sobreviver em um ambiente hostil. Peeta, um garoto que ajudou sua família no passado, também foi selecionado. Caso vença, terá fama e fortuna. Se perder, morre. Mas para ganhar a competição, será preciso muito mais do que habilidade. Até onde Katniss estará disposta a ir para ser vitoriosa nos Jogos Vorazes?"

Adoro a diagramação desse livro, preciso dizer que a ideia da Rocco de manter a capa original foi ótima, particularmente acho as capas dessa série maravilhosas. Gosto também do tamanho do livro, tenho preferência por livros menores, mesmo que isso faça com que eles fiquem mais grossos.

O livro de Suzanne Collins não é tão grande e acho que isso é um ponto forte dele, o livro não deixa buracos e é bem explicado, não é uma enrolação, ele é dinâmico. Eu sou fã de livros com cenas de ação, e Jogos Vorazes tem belas cenas de ação te fazendo devorar cada página ansiando por mais, as quase 400 páginas se extinguem rapidamente.

 O enredo de THG é incrível, sempre gostei de distopias, desde "V de Vingança", mas o universo criado por Collins é muito realista, que alguns momentos tenho medo de que nos transformemos em algo semelhante. A mania de Big Brother das pessoas, o antigo espetáculo de pão e sangue que estão presentes em nossa vida, são retratados em escala maior no livro. Acho que a autora criou uma obra crítica, que tem tudo para ser um clássico daqui uns anos. Fico triste de que em alguns momentos os jovens leitores percam as verdadeiras lições da trilhogia, que é altamente política.

Uma prova de que a estória de Katniss não é só mais um romance modinha, temos os relacionamentos amorosos nada românticos. Pois é, se você leu em algum lugar coisas como"eles só não esperavam se apaixonar.", "sou team Peeta", "sou team Gale", esqueça todas essas frases idiotas, porque nessa primeira parte da estória o romance é apenas uma maneira de se manterem vivos. Como já disso "Jogos Vorazes" é mais político que romântico.

O romance fica em segundo plano principalmente devido a narradora e protagonista Katniss Everdeen, a garota quente (no livro a tradução é essa) não é ligada a relações amorosas, ela não é uma mocinha indefesa que precisa de um homem para se proteger, ela mesma se defende e resolve seus problemas. Ela é da leva de "mocinhas" heroínas (já falei sobre isso nesse post), que eu gosto muito, porém tenho uma certa birra com a ela. Isso acontece porque sou apaixonada por Peeta Mellark, a verdadeira donzela em perigo de Jogos Vorazes, que sofre com a desconfiança de Katniss. Peeta não é um herói, mas um rapaz doce, carismático e sincero, enquanto a garota desconfia de tudo que ele faz, simplesmente por não estar acostumada a ser tratada com carinho. Por esse motivo que tenho certa implicância com a Catnip.

"Jogos Vorazes" é uma ótima estória, tem tudo para ser conhecido e admirado por muito tempo, principalmente, por ser um livro que tem uma "lição" que as  pessoas precisam ler e entender, não vê-lo como apenas uma ficção. Então se você ainda não leu esse livro, precisa lê-lo, não o encare como apenas uma diversão e absorva as críticas que Suzanne Collins faz naquelas páginas, porque isso sim é algo a se pensar.


Boa Leitura!
Até o próximo post!

3 comentários:

  1. Amor demais, estou lendo A esperança e amanando a cada página

    Ta rolando sorteio de um box de livros lá no meu blog...
    http://booksandflowers.blogspot.com.br/2014/02/sorteio.html

    ResponderExcluir
  2. O que dizer desse livro ? Sou suspeita mas eu amo essa trilogia de paixão . Ela me fez ter visões diferentes sobre coisas que achava desnecessário.... Amei cada pagina que a Suzanne escreveu e fiquei super triste quando li o terceiro livro ... Pq significava um final !

    Parabéns pela ótima resenha
    http://migre.me/i1NZ1

    ResponderExcluir
  3. Adoro Jogos Vorazes por seu dinamismo e carga cheia de ação. O romance é, de fato, um adicional que ainda assim não o torna um livro de romance, sobre amores impossíveis e tal. Lendo-o fica logo na cara que a Katniss não é do tipo "par romântico". O que está em foco é o poder de poucos sobre milhares, a vida precária de uns para o bem prazer de pouquíssimos. Gosto muito de como é retratada a vida na Capital e como isso reflete a nossa sociedade.

    http://tenhoquecontar.blogspot.com

    ResponderExcluir

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo