13 março 2017

Resenha: Os Condenados

Sinopse: "Danny Orchard conseguiu enganar a morte e ganhou uma segunda chance para viver. Só que ele não voltou do inferno sozinho. Em Os Condenados, Andrew Pyper, autor do fenômeno O Demonologista, explora as conexões de amor e ódio entre irmãos gêmeos, numa história sobrenatural digna de pesadelos.
Danny passou por uma experiência de quase-morte em um incêndio há mais de vinte anos. Sua irmã gêmea, Ashleigh, não teve a mesma sorte. Danny conseguiu transformar sua tragédia pessoal em um livro que se tornaria um grande best- seller. Ainda que isso não signifique que ele tenha conseguido superar a morte da irmã. Claro, ela nunca mais o deixaria em paz.
Mesmo depois de morta, Ash continua sendo uma garota vingativa e egoísta, como sempre. Mas agora que seu irmão finalmente tenta levar uma vida normal, ela se torna cada vez mais possessiva. Danny parece condenado à solidão. Qualquer chance de felicidade é destruída pelo fantasma de seu passado, e se aproximar de outras pessoas significa colocá-las em risco."

"Os Condenados" do Andrew Pyper é um livro que você consegue perfeitamente ver sendo adaptado para o cinema, porque ele tem toda a vibe de filme de terror da atualidade. A história dos gêmeos Danny e Ash é daquelas cheias de mistérios, reviravoltas e cenas macabras, que renderiam boas imagens em um filme. 

A escrita do Andrew Pyper fluí muito bem, você não vê as páginas passando. O autor tem um jeito simples de se escrever, como se estivesse conversando e contando uma história para o leitor. Fora que ele sabe criar toda a atmosfera de terror, mas não é aquele tipo que te dar sustos a todo momento, mas que te deixa tenso, apreensivo e perturbado.E um momento em especial o autor fez meu sangue gelar de pavor.

Durante a leitura eu sempre achava que tinha entendido tudo o que estava acontecendo, mas aí o autor mostrava outro fato, que mudava tudo no que eu acreditava, e toda esse mistério segue até ao final da história, quando você entende tudo.

O livro tem vários personagens, mas Ash é de longe a mais interessante. A garota do mau que não consegue ver ninguém feliz, é cheia de camadas, que são melhores apresentadas através dos segredos dela. Ela consegue ser horrível quando viva e aterrorizante depois de morta.

O autor vai abordar principalmente a vida depois da morte e a ideia dele de céu e inferno é bem interessante, mas ao mesmo tempo bem perturbadora, não sei se iria querer ir para algum deles. 

No fim a leitura entretêm, tem pontos fortes e consegue cumprir o seu papel de livro de terror. Só não considero Andrew Pyper o novo nome do terror clássico, mas um bom contador de histórias de terror com certeza.

Até o próximo post! 

Um comentário:

  1. Encontrei sua resenha no Skoob e vim ler na integra rs.
    Eu gostei bastante desse livro e da forma que o autor explorou o suspense. Mas entendo o seu ponto de vida. Achei esse melhor que o Demonologista..
    Beijos

    www.saidaminhalente.com

    ResponderExcluir

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo