06 fevereiro 2017

Resenha: Aconteceu Naquele Verão

No vídeo da TBR de fevereiro eu contei que gostei muito do primeiro livro de contos organizado pela Stephanie Perkins, "O Presente do Meu Grande Amor", e que estava ansiosa por "Aconteceu Naquele Verão". Porém se o primeiro foi uma deliciosa experiência, o segundo falhou miseravelmente.


Sinopse: "Doze histórias apaixonantes de doze grandes escritores, entre eles Cassandra Clare, Veronica
Roth e Stephanie Perkins.
Bem-vindos à estação mais ensolarada e apaixonante de todas! No verão, somos todos iguais, diz um dos personagens do conto “Mil maneiras de tudo isso dar errado”. No Brasil, nos Estados Unidos ou em qualquer lugar do globo, uma coisa é certa: no verão, nossos corações ficam mais leves, mais corajosos, impetuosos e confiantes — talvez por isso esta seja a estação perfeita para se apaixonar... e Aconteceu naquele verão é o livro ideal para quem adora histórias de amor.
Mas essa coletânea tem algo ainda mais especial. Algumas histórias têm uma pitada de estranheza, de mistério, um toque sobrenatural. Em “Cabeça, escamas, língua, calda”, a lagoa de uma cidadezinha é morada de um monstro marinho que só uma menina vê. No intrigante “Inércia”, dois grandes amigos há muito afastados vão se encontrar num quarto de hospital para uma última visita. No belo “O mapa das pequenas coisas perfeitas” é sempre dia 4 de agosto. Presos num loop temporal, dois jovens vão comprovar do que a força do amor é capaz.
A lição é simples: o amor não escolhe lugar nem hora para surgir. Coloque seus óculos escuros e abra sua cadeira de praia, porque neste verão você terá doze motivos para suspirar e se apaixonar."

Acredito que o grande problema que tive foi criar expectativas, porque entendo o verão como aquela estação do ano em que tudo é mais leve, divertido e que os romances são mais descontraídos. Porém a maioria dos contos de "Aconteceu Naquele Verão" são bem pesados e tristes, fiquei com aquela sensação de que as histórias não eram sobre amor, como me prometeram na sinopse.

Não vou dizer que não gostei de todos os contos, teve alguns que conseguiram me prender, e o engraçado foi que a maioria foi de autores que eu já conheço. Comecei o livro gostando muito do conto "Cabeça, Escamas, Língua e Cauda" da Leigh Bardugo, que vai contar uma história de realismo mágico, em que uma garota e um garoto investigam a aparição de um mostro em um lago. Depois me encantei com o conto da Stephanie Perkins, "Em noventa minutos, vá em direção ao North" que é a continuação do conto dela em "O Presente do Meu Grande Amor" e é uma delicinha. Depois Veronica Roth me surpreendeu com "Inércia" que é um conto muito Black Mirror, especificamente o episódio San Junipero, ou seja temos um conto muito lindo. A Cassadra Clare também fez um conto de fantasia muito divertido, gostei muito de "Nova Atração". E por fim o conto de um autor que não conhecia, mas que escreve muito bem, o Lev Grossman, que criou uma história muito fofa em "O mapa das pequenas coisas".

Mesmo gostando de 5 contos, não achei que a leitura me acrescentou e fiquei bem incomodada durante a leitura. Não sei se isso aconteceu, porque esperei algo diferente ou se não funcionou de verdade. Procurei uma leitura leve e divertida e encontrei quase um livro para se abandonar.

Até o próximo post!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo