25 janeiro 2016

Resenha: Suicidas

O primeiro livro do Desafio Literário de 2016 era um livro de suspense, eu resolvi escolher um livro que há muito tempo eu queria ler, Suicidas do Raphael Montes. Eu já tinha lido dois livros do autor e gostado bastante da escrita dele e com esse não foi muito diferente.
Sinopse: "Um porão, nove jovens e uma Magnum 608. O que poderia ter levado universitários da elite carioca – e aparentemente sem problemas – a participarem de uma roleta-russa?

Um ano depois do trágico evento, que terminou de forma violenta e bizarramente misteriosa, uma nova pista, até então mantida em segredo pela polícia, ilumina o nebuloso caso. Sob o comando da delegada Diana Guimarães, as mães desses jovens são reunidas para tentar entender o que realmente aconteceu, e os motivos que levaram seus filhos a cometerem suicídio.

Por meio da leitura das anotações feitas por um dos suicidas durante o fatídico episódio, as mães são submersas no turbilhão de momentos que culminaram na morte dos seus filhos. A reunião se dá em clima de tensão absoluta, verdades são ditas sem a falsa piedade das máscaras sociais e, sorrateiramente, algo muito maior começa a se revelar."

"Suicidas" é escrito através de relatos do Alessandro e gravações de uma reunião entre uma policial e as mães dos 9 jovens que se suicidaram. O livro nem sempre segue a ordem cronológica, muitas vezes a estória vai e volta no tempo, mas o enredo se passa depois do incidente.

As personagens vão sendo inseridas na história aos poucos, Alessandro vai contando como conheceu cada um deles até finalmente chegar ao fatídico dia no porão. Como Alê é o narrador nós criamos uma imagem de todos pelos olhos do estudante de Direito,que não poupa ninguém e se sente no direito de julgar todos. Como o narrador é uma das personagens temos dúvidas sobre a veracidade dos fatos.

Cada um dos nove jovens tem características muito comuns e são estereótipos fáceis de ser encontrado na realidade. Inclusive, o nosso narrador tem vários traços do Raphael Montes, o autor, o que deixa o livro ainda mais realístico.

Como nas outras duas obras do autor temos várias cenas de violência, em alguns momentos fiquei até um pouco incomodada com algumas cenas. Além disso tem as discussões algumas vezes machistas e homofóbicas.

Gostei das reviravoltas da estória, mas através de algumas pistas do enredo desvendei o mistério das mortes antes do final. Mas mesmo assim me surpreendi com como o autor fechou tudo. "Suicidas" é um livro muito foda, daqueles que todo fã de suspense deve ler, porque vale muito a pena.

Até o próximo post!

3 comentários:

  1. Olá!
    Fiquei mega curiosa para ler! O Vilarejo já está na minha lista e vou colocar esse também. O autor parece ser muito bom.
    Bjs

    EntreLinhas Fantásticas - SORTEIOS NO BLOG! PARTICIPE :)

    ResponderExcluir
  2. Oi Thalita,
    Pode ler os dois sem medo, são incríveis. A escrita do Raphael Montes é maravilhosa.
    Bjos

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo