08 fevereiro 2014

E se Hermione ficasse com Harry?

Nas últimas semanas os fãs de Harry Potter estão em polvorosa devido a algumas declarações da autora da série, J.K Rowling, de que Hermione e Harry deveriam ter ficados juntos no final da estória. Antes de mais nada, preciso dizer que achei as declarações da autora desnecessárias, já é a segunda vez que ela fala de um desfecho diferente do escrito. Acho que depois de tanto tempo é de muito mau gosto ficar comentando sobre possíveis finais, acho isso apenas uma maneira de gerar polêmica (Mas ainda amo você Tia Jô).


Mesmo achando que essas declarações não irão mudar nada, fica a dúvida: E se Hermione tivesse ficado com Harry? Posso dizer que muito antes de Tia Jô falar sobre essa possibilidade eu já havia pensado nisso há 12 anos atrás. Isso aconteceu quando fui assistir Harry Potter e A Câmara Secreta (por incrível que pareça nunca havia lido os livros ou visto A pedra filosofal), e em algumas cenas era explicito o carinho de Harry por Hermione, como quando ela estava petrificada pelo basilisco e ele a visita na enfermaria e diz a seguinte frase: "Eu preciso de você", lembro que naquele momento comentei com a minha prima, que tinha certeza de que os dois iriam ficar juntos no final. E quando chegamos as cenas finais do filme tem aquele abraço, que na minha cabeça, de não conhecedora da estória, era sinal de que aquilo seria o começo de um relacionamento amoroso.


Os anos foram passando (e eu virei pottermaníaca de vez) e fui percebendo que entre os dois existia apenas um amor entre amigos. Na verdade acho que as relações amorosas nos livros do bruxo foram deixados de lado, era algo secundário comparado a luta contra o mal. Mas a autora inseriu levemente a construção de relacionamentos amorosos, mas tudo aquilo parecia muito superficial, os laços de amizade eram muito mais exaltados (e bem melhores). 

Em alguns momentos tinha minhas dúvidas sobre os sentimentos de Harry e Hermione, principalmente porque não concordava com a união do Rony com a melhor amiga. Não me julguem ou queiram me assassinar com a faca da cozinha, mas sempre achei o Rony um pé no saco, no quesito Srta. Granger, ele a tratava como se fosse um menino, sempre implicava com ela e sempre tomava decisões equivocadas. 


Além dessas pequenas brechas que já citei, a Warner também colaborava com a sensação de que teríamos um namoro entre o protagonista e sua melhor amiga. Os filmes eram povoados de cenas gracinhas entre os dois, claro, que ressaltavam a amizade, mas achava um pouco demais.




Claro que por obrigação ainda tínhamos as cenas pistas de que Ron nutria uma paixão por Mione, tudo muito sutil, afinal ainda não se sabia o final oficial. Isso começou em "O Prisioneiro de Azkaban", quando o filme começa a mostrar que por trás de todas as brigas os dois sentem alguma coisa amais um pelo outro.

Mesmo com esses pequenos sinais lembro que nas época do lançamentos dos 3 últimos livros começaram a rolar boatos de que alguns personagens iriam morrer e que Rony poderia trair Harry. Em uma conversa com minhas amigas, que também eram muito fãs da série, levantamos vários pontos a respeito da teoria da traição de Wesley. Eu me lembrei que ele sempre fora ganancioso, afinal no episódio do espelho de Ojesed ele viu todos seus desejos (muitos que o harry conquistou) sendo realizados, e a liderança era o que ele mais ansiava. E liderança nunca foi muito a dele, vocês tem que concordar. E Harry, que se tornou um líder por obrigação, só ansiava estar com a família.


Fiquei com essa teoria na cabeça e pensei que devido a uma traição Rony não ficaria com Hermione e ela finalmente fosse ficar com Harry. Mas como todos já sabem isso não aconteceu, porque Rownling preferiu agradar aos fãs que clamavam "Hey, Hey, Hey Weasley é nosso Rei!". Eu nunca concordei muito com Rominone, porém fui aceitando os dois, devido as cômicas cenas de ciúmes dos dois, como quando Mione foi para o baile com o Krum ou quando Rony namorou Lilá Brown.




Por isso mesmo não concordado de primeira com o casal, acabei aceitando e até gostando dos dois. Não posso negar que o namoro entre Harry e Hermione seria mais calmo e fácil, do que a estória dela com Ronald Weasley. Porém acho que esse tanto de se's não resolvem nada. Afinal, Harry casou com Gina (pior casal da face da terra) e Romione finalmente se acertou. E já são quase 10 anos do fim da estória de Harry Potter, não tem como J.K Rowling voltar atrás.


Mesmo com toda essa polêmica, preciso agradecer a rainha, afinal graça a sua declaração polêmica pude reviver as memórias e teorias da época em que a saga não havia terminado e tudo era um grande E SE... 

Até o próximo post!






  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo