12 agosto 2013

Resenha: Morte Súbita

Todo mundo que me conhece sabe que sou uma fã enlouquecida de Harry Potter, e que sofri muito com o fim da série. Não só pela finalização das aventuras de Harry, mas pelo receio de J.K. Rownling se tornar autora de um sucesso só (no caso dela, de 7), porque sempre achei fantástica a maneira como ela escreve. Então quando soube que ela iria escrever um novo livro fiquei muito feliz, mas tinha um pouco de receio, isso porque Rownling ia abandonar a literatura fantástica para escrever seu primeiro livro adulto. Eu estava em um impasse de ler ou não ler, tinha medo que esse novo livro viesse destruir toda a minha admiração pela autora, e tinha medo de não ler e perder a oportunidade de conhecer uma nova faceta da autora. Eu ganhei o livro no meu aniversário (que foi em janeiro) e até duas semanas atrás ainda não o tinha lido, mas me muni de coragem e embarquei em Pagford.


Sinopse:"Quando Barry FairBrother morre inesperadamente aos quarenta e poucos anos, a pequena cidade de Pagford fica em estado de choque.
A aparência idílica do vilarejo, com uma praça de paralelepípedos e uma antiga abadia, esconde uma guerra.
Ricos em guerra com os pobres, adolescentes em guerra com seus pais, esposas em guerra com os maridos, professores em guerra com os alunos… Pagford não é o que parece ser à primeira vista.
A vaga deixada por Barry no conselho da paróquia logo se torna o catalisador para a maior guerra já vivida pelo vilarejo. Quem triunfará em uma eleição repleta de paixão, ambivalência e revelações inesperadas? Com muito humor negro, instigante e constantemente surpreendente, Morte Súbita é o primeiro livro para adultos de J.K. Rowling, autora com mais de 450 milhões de exemplares vendidos."


Nas primeiras páginas de "Morte Súbita" eu já fiquei de boca aberta com talento que J.K tem para contar estórias, naquelas primeiras palavras eu já pude perceber que o livro prometia. A autora continua escrevendo muito bem, com descrições precisas, personagens concretos e enredo envolvente e surpreendente.

Imagine o impacto que a morte de uma pessoa muito conhecida em uma cidade pequena, o livro de J.K retrata exatamente essa situação e seus desdobramentos. A estória se inicia no momento em que o conselheiro Barry Fairbrother morre subitamente, a autora mostra o impacto que a morte desse cidadão tem na cidade, ela retrata o processo de noticiamento da morte e os comentários e reações que cada morador de Pagford tem. É a partir daí que toda a estória se desenvolve.

As personagens de Pagford, são egoístas,invejosas, fofoqueiras e até mesmo cruéis, nada muito diferente do ser humano real. Mas toda essa sordidez dos moradores te choca de alguma maneira, porque percebemos que aquilo o retrato da sociedade atual. Acho que isso se deve ao grande talento da autora em escrever personagens bem construídos, com características concretas e sentimentos reais, é como se a qualquer momento eles saíssem andando das páginas do livro.

O enredo de "Morte Súbita" é surpreendente, pelo simples fato de conseguir se desenrolar a partir de um acontecimento banal (digo isso, porque várias pessoas morrem o tempo todo). Ele consegue se sustentar e vai trilhando caminhos inesperados, nos envolvendo de tal maneira que em alguns momentos me sentia moradora de Pagford. Rownling vai nos apresentando cada família e mostrando os efeitos da morte de Barry em cada uma, e o quanto essa morte súbita é a grande responsável por atitudes tomadas durante a estória, e que fazem toda a diferença.

Barry Fairbrother, mesmo tendo morrido logo no primeiro capítulo, é pra mim o personagem principal de toda a estória. Porque depois de enterrado ele influencia diretamente nos acontecimentos. Também não posso negar que ele é aquele tipo de pessoa fantástica, que nos encanta logo de cara.

Gostei de todas as críticas presentes no livro, a autora cutuca a todos os leitores, e é quase impossível não sentir um certo incomodo. Porque ela mostra o quanto a sociedade é cruel com os diferentes, os deslocados e os que lutam contra a corrente de pensamento da maioria. Nesse livro você consegue entender o lado daqueles que são sempre marginalizados.

O final do livro é tão surpreendente que chega a chocar, mas não é ruim, na verdade é um ótimo final. Gostei de tudo que aconteceu e da maneira como ela amarrou a estória, os personagens tiveram boas conclusões e muitos foram bem recompensados por sua bondade (principalmente aqueles que eu mais gostei).

Disse no começo do post que tive muito medo de ler "Morte Súbita", mas durante a leitura me envolvi tanto com ele, que me esqueci que tinha receio. J.K Rownling não manchou a imagem que eu tinha dela, mas conseguiu aumentar ainda mais a minha admiração, e provou que é capaz de escrever fantasia juvenil e livros adultos com o mesmo nível de qualidade. Sei que ela será sempre lembrada por Harry Potter, mas J.K mostrou que mais do que uma autora de um seu sucesso só, e que ainda tem muita estória pra contar.


Boa Leitura!
Até o próximo post!


7 comentários:

  1. Olá
    Também senti um vazio enorme com a falta dos livros da saga Harry Potter, tenho esse livro novo e quero muito ler, mas tenho outros na pilha que estão primeiro.
    http://atmosferadoslivros.blogspot.pt/ este é o meu blog se quiseres visita gostava muito.
    Boas leituras;)

    ResponderExcluir
  2. odiei...li quase duzentas páginas mas, abandonei por tédio......nada acontece é massante e cansativo, pior compra de livro que já fiz na vida!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tbm me sinto assim em relação ao livro,nada de empolgante e estou na pag.167 deixei ele de lado ,estou lendo essas resenha pra ver se me animo a voltar a ler.Francamente estou decepcionada com esse livro muito cansativo a leitura não flui...

      Excluir
  3. Adorei o livro, apesar de que, ate a página 300 mais ou menos o livro é muito cansativo, monótono. Mas no geral gostei muito do desenrolar dos acontecimentos e o final apesar de não ser ''muito feliz'' é extremamente surpreendente, foi muito bem escrito.

    ResponderExcluir
  4. Ola. Nao sou fã de Harry Potter. Comprei o livro pelo título achei seu nome interessante. E tb pq sou amante da leitura. Mas antes fui pesquisar sobre a autora e para minha surpresa ser a mesma de Harry Potter logo pensei em deixar de lado mas a curiosidade era maior. Comecei a ler e de fato é muito bom.

    ResponderExcluir
  5. Ola. Nao sou fã de Harry Potter. Comprei o livro pelo título achei seu nome interessante. E tb pq sou amante da leitura. Mas antes fui pesquisar sobre a autora e para minha surpresa ser a mesma de Harry Potter logo pensei em deixar de lado mas a curiosidade era maior. Comecei a ler e de fato é muito bom.

    ResponderExcluir

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo