29 julho 2013

Resenha: Os Instrumentos Mortais: Cidade das Almas Perdidas

Promessa é dívida e é por isso que a resenha dessa semana é do 5º livro da série TMI: "Cidade das Almas Perdidas". Eu devorei o novo livro de Cassandra Clare e quando terminei fiquei com saudades, acho que dessa vez a autora conseguiu me conquistar de vez.


Sinopse: "Quando Jace e Clary voltam a se encontrar, Clary fica horrorizada ao descobrir que a magia do demônio Lilith ligou Jace ao perverso Sebastian, e que Jace tornou-se um servo do mal. A Clave decide destruir Sebastian, mas não há nenhuma maneira de matar um sem destruir o outro. Mas Clary e seus amigos irão tentar mesmo assim. Ela está disposta a fazer qualquer coisa para salvar Jace, mas ela pode ainda confiar nele? Ou ele está realmente perdido?"

Um dos motivos de eu ter me interessado em Instrumentos Mortais, foi a qualidade das capas e da diagramação, algo que continua impecável até hoje. Acho muito interessante a escolha da Galera Record em manter as capas originais, acho lindo o efeito holográfico que elas tem (quando compro os livros fico horas admirando o brilho), acho sensacional o interior ser preto é um detalhe que nunca tinha reparado, mas que faz muita diferença.

Cassandra Clare tem uma maneira muito peculiar de escrever, suas descrições são muito artísticas, principalmente quando a personagem principal, Clary, é que dá voz para as descrições. Essa característica dá autora faz com que o leitor visualize com mais facilidade as cenas, mas não é uma visualização qualquer, é uma explosão de cores.

"Cidade das Almas Perdidas" pra mim foi o melhor livro da série até agora, isso pode ter acontecido porque eu me joguei na leitura cega, ou seja, não li nenhum spoiler ou resenha (o que foi um grande avanço). Teve essa questão, mas achei o livro o melhorou em tudo, muita coisa mudou desde "Cidade dos Ossos", os personagens cresceram, o enredo se tornou mais envolvente, muitos mistérios foram desvendados e novos surgiram e a escrita da autora só melhorou.

Um dos motivos para que eu tenha gostado mais desse novo livro, foi a volta do vilão Sebastian. O filho de Valentim está incrível nessa sua nova aparição, cada vez mais parecido com o pai, mas com algo que o torna ainda mais cruel. Ele é daquele vilões enlouquecidos, que faz de tudo para se tornar poderoso, não se importando com questionamentos morais. Jonathan Morgenstern merece um final épico, porque como eu sempre previ, ele tem um grande futuro em TMI.

Os romances de "Cidade das Almas Perdidas" estão pegando fogo, Cassandra deu um toque erótico as relações amorosas do livro. Todos os casais estavam subindo pelas paredes (kkkkk), mas nada forçado ou vulgar. 

Os livros da série sempre tem um certo humor, e nesse novo livro não faltou falas engraçadas e momentos divertidos, mesmo com todo o clima pesado. Os responsáveis pelas minhas gargalhadas continuam a ser Jace, Simon e Magnus, esse três sempre tem uma piadinha para fazer. 

Eu já comentei diversas vezes que tenho sérios problemas em gostar de Jace Lightwood, isso porque ele é sempre o todo poderoso que consegue sair de qualquer problema sozinho, mas nesse livro essa imagem cai por terra. Jace não é agora o cara que sempre tem que salvar Clary, agora ele depende da garota para sair da enrascada em que se envolveu, acho que isso deu um toque de humanidade a ele.

Clary também era uma personagem que nos últimos tempos tinha me irritado bastante com sua teimosia, mas agora ela ganhou meu carinho novamente, porque (surpreendentemente) a sua teimosia foi responsável por fazer com que a mocinha percebesse o quanto tinha sido idiota nos últimos tempos.

Meu casal preferido da série vem passando por problemas, Magnus e Alec não conseguem se acertar, tudo isso por culpa da imaturidade do Caçador de Sombras. Juro, que tinha momentos que queria entrar no livro e sacudir Alec,pra ver se ele acordava pra vida e parava de fazer cagada. (Momento desabafo da resenha)

"Cidade das Almas Perdidas" me envolveu tanto que quando cheguei no final queria que sua continuação já tivesse sido lançada. Cassandra Clare conseguiu me transformar em suuper fã de TMI, e agora sou mais uma viciada no mundo dos Caçadores de Sombra. Espero que o próximo livro seja tão incrível como esse, para que minha fãnzice não seja destruída. 

Enquanto "Cidade do Fogo Celeste" não é lançado, nós fãs de TMI vamos ter que nos contentar com adaptação cinematográfica de "Cidade dos Ossos", que estréia dia 23 de Agosto, e tem tudo para ser um filme incrível. Então, vocês que não são fã de leitura, podem se jogar no mundo de Cassandra Clare assistindo o filme.



Boa Leitura!
Até o próximo post!

2 comentários:

  1. Na verdade é Clary e não Clare :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela correção, Karen. Citar o nome da autora e personagem às vezes causa confusão mental. kkkk
      Resenha corrigida.

      Excluir

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo