16 fevereiro 2013

Filme: Os Miseráveis

Esse ano as adaptações cinematográficas de livros estão invadindo os cinemas,  e eu como viciada em literatura não vejo a hora de assistir os filmes. Um dos filmes que eu mais ansiava por assistir era "Os miseráveis", livro de Victor Hugo que já teve diversas adaptações e é mundialmente famoso. Eu queria muito assisti-lo, não só por ser inspirado em um livro, mas porque é musical (não faça cara feia! Musicais são legais), eu sou uma fã assumida do gênero e como é raro tê-los nos cinemas, queria vê-lo o mais rápido possível e por isso enfrentei minha primeira sessão de cinema solitária, e posso afirmar que não me arrependo.



Sinopse: "A história se passa em plena Revolução Francesa do século XIX. Jean Valjean (Hugh Jackman) rouba um pão para alimentar a irmã mais nova e acaba sendo preso por isso. Solto tempos depois, ele tentará recomeçar sua vida e se redimir. Ao mesmo tempo em que tenta fugir da perseguição do inspetor Javert (Russell Crowe)."

"Os Miseráveis" já ganha pontos comigo por seu elenco maravilhoso: Hugh Jackman (nosso eterno Wolverine prova mais uma vez que canta muito), Amanda Seyfried (que tem um passado musical em Mamma Mia!), Helena Bonham Carter (que já mostra sua voz desde Sweeney Tood), Anne Hathway, Russel Crowe (que dispensa apresentações), Sasha Baron Cohen (Sabe o Borat, Bruno e Aladin, esse mesmo!) e os novatos Eddie Redmayne e Samantha Barks. Além desse elenco de tirar o folego a estória se passa em Paris, durante a Revolução Francesa, eu tenho um carinho especial por esse período, devido a bravura e o empenho que os franceses tiveram para se libertar da Monarquia. E no filme vemos o sofrimento, a miséria e a injustiça vivida por aquele povo.


A trilha sonora do filme é linda, em alguns momentos eu chorei só pela melodia de cada canção. Parecia que todo o sofrimento, força e amor estavam ali presentes em cada nota. A interpretação dos atores também foi magnífica. Já havia visto filmes em que Hugh Jackman, Amanda Seyfried e Helena Bonham Carter cantavam, mas esse foi diferente o tom da voz e a maneira de cantar era sempre carregados de uma delicadeza e beleza inigualáveis. Além deles tivemos a surpresa de ver Anne Hathway cantando lindamente uma das canções mais bonitas do filme, e a novata Samantha Barks arrasando os corações com sua voz.

Melhores músicas:


I Dreamed a Dream - Anne Hathaway 



 In My Life A Heart Full of Love - Amanda Seyfried e Eddie Redmayne



One Day More - Todo Elenco



On My Own - Samantha Barks



Fantine, 20 minutos de choro:
Eu sou fã assumida do trabalho da Anne Hathway e já conhecia a história da sua personagem no filme, estava ansiosa para ver o resultado e ela não me decepcionou. Fantine é uma mulher que é mãe solteira e faz de tudo para sustentar a criança, depois de ser despedida da fábrica em que trabalhava ela vai viver no submundo, e abre mão de seus cabelos, dentes e honra para poder mandar dinheiro para filha doente. Ela só aparece em 20 minutos do filme, mas esse tempo é suficiente para te fazer desidratar de tanto chorar, ela mexe com emocional de qualquer um. De verdade, espero que Anne consiga o Oscar de atriz coadjuvante, a Fantine dela foi impecável.



O filme como já podem ver, me encantou, desde as as canções, o enredo, o figurino, o cenário e o elenco, tudo junto fez com que "Os miseráveis" se tornassem um dos meus musicais preferidos. Eu nunca tive a oportunidade de ler o livro de Victor Hugo, mas depois do tanto de lágrimas que eu deixei no cinema, pode ter certeza que ele entrou para a lista de livros que lerei esse ano. Indico a todos, que tenham mente aberta e  se entreguem a experiencia de assistir a um filme todo cantado, mas que tem uma bela estória para contar.


Tenha um bom filme!
Até o próximo post!

Um comentário:

  1. Concordo o filme é emocionante de todas as formas, transmite com força e seriedade que Victor nos faz passar em seu livro.

    Sem dúvidas alguma é essencial qualquer ser humano ver esse filme.

    ResponderExcluir

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo