02 março 2013

Resenha: A culpa é das estrelas

Sabe aquele livro que depois que você lê e que faz todos os outros perdem a graça? Pois é, "A culpa é das Estrelas" de John Green é exatamente assim.

"A culpa é das estrelas" é um livro muito amado, eu sempre via resenhas o elogiando, mas nunca o coloquei como prioridade de leitura. Na tarde de ontem resolvi lê-lo só para passar o tempo e "MEUDEUSDOCÉU!", foi o melhor livro que eu já li na minha vida, eu devorei 257 páginas em 6 horas e fiquei chorando feito uma louca na rua. Quando terminei queria escrever para John Green e agradecer por ter escrito um livro tão maravilhoso que mudou a minha vida.



Sinopse: "A culpa é das estrelas narra o romance de dois adolescentes que se conhecem (e se apaixonam) em um Grupo de Apoio para Crianças com Câncer: Hazel, uma jovem de dezesseis anos que sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões, e Augustus Waters, de dezessete, ex-jogador de basquete que perdeu a perna para o osteosarcoma. Como Hazel, Gus é inteligente, tem ótimo senso de humor e gosta de brincar com os clichês do mundo do câncer - a principal arma dos dois para enfrentar a doença que lentamente drena a vida das pessoas."

Livros que retratam o câncer geralmente são dramáticos e sempre abordam a tristeza da doença, mas o livro de John Green não é nada disso. A história de Hazel e Augustus é linda, triste em alguns momentos, mas também muito divertida. Os dois sofrem por suas doenças, mas conseguem fazer piadas com cada dificuldade que surge e sempre tem respostas engraçadas para as pessoas que se apiedam deles. 

A estória retrata um romance bonito, mas muito real, os dois são um casal como qualquer outro, que paquera, beija e faz sexo. A única barreira é uma pitada de câncer que cada um tem, mas essa barreira também os uniu. Fazendo com que os dois tenham a melhor experiência de suas vidas: Amar!

O livro é divertido, mas chega um momento que o autor parte seu coração sem dó, eu chorei de soluçar, pensando o quanto ele era injusto e pedia para que ele não fosse tão realista e tudo melhorasse. Mas mesmo com todo esse sofrimento, gostei muito do rumo da estória, achei que isso engrandeceu os personagens. Eu sofri, mas fiquei feliz com tudo aquilo.

Agustus Waters, me apaixonei por você!


Não bastava criar um personagem inteligente e divertido, o autor tinha que fazer Augustus Waters ser lindo. Sim, Gus é tudo isso: ele tem um sorriso torto, é magro com músculos, gosta de V de vingança, adora Video Games, é cavalheiro, sensível, inteligente até falar chega e muuuuuuiiiiiitooo romântico.
Eu gostei do Gus desde o princípio, mas com o decorrer do livro eu queria ele pra mim. Achava lindo as suas tentativas frustradas de fazer tudo ensaiado e mais lindo ainda quando sem querer ele falava as coisas mais bonitas pra Hazel. Ele é aquele tipo de garoto, que toda menina sonha, ele além de namorado é amigo e companheiro... muito maravilhoso para descrever.

"Estou apaixonado por você e não quero me negar o simples prazer de compartilhar algo verdadeiro. Estou apaixonado por você, e sei que o amor é apenas um grito no vácuo, e que o esquecimento é inevitável, e que estamos todos condenados ao fim, e que haverá um dia em que tudo o que fizemos voltará ao pó, e sei que o sol vai engolir a única Terra que podemos chamar de nossa, e eu estou apaixonado por você." (Augustus Waters)

"A culpa é das estrelas" é tão realista que em alguns momentos eu achei que era real. Seus personagens não se curam milagrosamente, eles convivem com seu câncer e sabem aproveitar a vida. Me fez pensar que nós que temos tudo, muitas vezes deixamos de vivenciar algumas coisas pelo simples fato de ter medo, como somos ridículos! John Green abriu meus olhos, me fez crer que temos que aceitar todas as batalhas que nos impõem, sem ter medo de nada. Só posso dizer que esse livro mudou minha vida, me fez com toda certeza uma pessoa melhor, além de ter me dado uma leitura maravilhosa. Indico a todos, mil vezes, que leiam esse livro, vocês não vão se arrepender.

Tenha uma boa leitura!
Até o próximo post!


3 comentários:

  1. Você escreve muito bem, sabe expressar os sentimentos vivenciados durante a leitura, além de reforçar que os mesmos podem reaparecer em sua vida através de momentos especiais!
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. A culpa é das estrelas foi o livro que mais me comoveu. Nunca chorei tanto... bjs

    ResponderExcluir
  3. Eu ~quase~chorei lendo esse livro. Muito lindo! E olhe, eu fiquei apaixonada pelo Gus logo de cara, hauhduashd >< E, com o decorrer da leitura, meu coração foi se despedaçando, porque eu queria o Gus pra mim sabendo que não ia ser possível HDUSAHDAUSHDUAHS
    E o final? Quase morri.
    Acho que vou chorar no filme, colocaram o Ansel pra acabar de vez com os nossos corações.
    Kissus
    www.penseicliquei.blogspot.com

    ResponderExcluir

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo