05 abril 2014

Anime: Golden Time

Tem mil anos que não faço post sobre animes, porém tô em uma safra ruim de animações. Recentemente não encontrei nenhum anime que me encante, se alguém quiser me indicar algum, deixe nos comentários. Por estar nessa fase ruim decidi dar uma chance ao shoujo do mesmo autor de Toradora!, porém não me dei muito bem.


Sinopse: "Baseado em uma light novel do mesmo autor de Toradora!, a história gira em torno do calouro Banri Tada, que vai, pela primeira vez, sozinho para Tóquio estudar. Em seu primeiro dia na universidade ele se perde de seu orientador, e acaba conhecendo Mitsuo Yanagisawa. Nisso, uma garota chamada Kouko Kaga, acaba aparecendo de repente, apenas dá um buquê de flores para Mitsuo e foge. O que eles não sabem é que ela era uma amiga de infância de Mitsuo, com a qual ele prometeu casar quando criança, e que acabou entrando na mesma universidade por causa dele."


A estória se passa na faculdade, porém sempre tinha impressão que ele ficava perdido entre o colegial e a vida adulta. Acho que o autor tentou fugir do clichê colegial, não chegando a ser um Josei, porém tudo ficou muito perdido. Esse problema com escolher uma "faixa etária" acabou influenciando nas personagens, que eram muito imaturas e ao mesmo tempo adultas, uma confusão.

Mesmo com esse problema de dupla personalidade das personagens, posso dizer que acabei gostando de algumas. Principalmente a Kaga Kouko (cara nunca vou deixar de rir desse nome), que para mim é uma prima distante da Aisaka Taiga, adorei a maneira como ela foi amadurecendo durante o anime, fora que ela era super engraçada.


Do outro lado do casal da trama temos o confuso Tada Banri, que em alguns momentos me encantava e em outro me irritava. Entendo que ele estava sem memória, mas quando ele começou a se confundir com presente e passado, criei uma antipatia, e a única coisa que valia era o relacionamento dele com a Kouko.


As outras personagens da trama eu até gostava, porém acho que elas ficaram perdidas, sem muito desenvolvimento e final bem construído. Apenas uma eu odiava com toda as minhas forças: Linda, ela era uma chata que só veio trazer problemas, indecisa e um pouco parecida com a Kushieda de Toradora!.


Mesmo não gostando tanto de Golden Time assisti até o último capítulo, porque o romance é bonitinho e queria muito saber como seria o final de Banri e Kouko. Entretanto, não será uma anime que eu assistirei de novo, por ser arrastado e não ter me encantado. Só para vocês terem uma idéia, eu não curti nem a trilha sonora. Mas se você gosta de shoujos fofinhos, pode valer a pena.


Bom anime!
Até o próximo post!






5 comentários:

  1. Kaga Kouko HDUSAHDUAHDUHASDUHAUH TÔ RINDO TB
    Esses dias tô evitando assistir animes novos, tô tentando terminar de assistir Fairy Tail, mas tá longe (faltam uns 90 episódios T_T) A sinopse me interessou um pouco, não sei porque, mas lembrei de Kaichou wa maid-sama...
    Aliás, te recomendo esse, e Fairy Tail também (só que são vários eps, vou avisando, rsçrsçrs) e Fruits Basket, que eu amo amo amo ♥
    Kissus

    ResponderExcluir
  2. Concordo plenamente com tudo o que vc disse, eu tenho mania de marcar os melhores episódios dos animes e nesse anime, eu só marquei o último pq foi o que eu realmente senti um amor maior, mas ainda fiquei enrolada com os dois Banri aparecendo e a Linda falando que ama um e o outro vendo e tals, não entendi mt bem essa parte. Mas, não é um anime q eu vou ver novamente, eu terminei ele em 2 dias pq eu achei tão chato q não queria mais perder tempo vendo, enfim, muitas coisas não foram esclarecidas, mas foi uma experiência legal, nada contra!!!

    ResponderExcluir
  3. Para mim foi uma crítica um pouco exagerada e sem base alguma, por exemplo durante a comparação entre as personagens protagonistas de Toradora e Golden Time; onde Taiga sendo uma tsundere rejeita seus sentimentos, já KouKo aceita sem grandes crises, e com um bom desenvolvimento ao longo da trama.
    Em relação ao protagonista encontrei fortes traços questionadores o que é extremamente essencial à um bom personagem. Fora o fato dele ser simples e desajeitado o que facilitou a identificação do publico mais jovem.
    Em relação a Linda temos que dizer '' foi uma personagem pouco desenvolvida '' porém tinha tudo para ser uma excelente rival amorosa, o que causou a dualidade dos fãs sem saber por qual das heroínas optar como sua preferida.
    Desta maneira afirmo, as personagens foram sim bem colocadas e desenvolvidas ao longo de acontecimentos e tramas geradas pelo cotidiano. O único problema da obra, seria aquele suposto '' Tada Banri fantasma '' cuja a atuação foge ao senso comum, porém ainda sim a obra cumpriu seu objetivo, mostrando um relacionamento cotidiano e amoroso com diversas barreiras e desenvolvimentos tornando assim os personagens cada vez mais forte, e digo mais a trilha sonora auxiliou muito nos momentos cruciais.

    ResponderExcluir

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo