05 junho 2013

Resenha: Simplesmente Ana

Eu estou passando por um momento muito complicado da minha vida (drama mode on): não consigo ler nenhum livro físico, tudo por culpa de "Guerra dos Tronos", que eu estou lendo há uns seis meses como vocês podem ver pela minha estante do Skoob (olha pro canto direito do blog). Por isso prometi que só leria livro impresso quando vencesse a jornada de George Martin, mas ando trapaceando lendo e-books (foi mals). Em uma dessas trapaças li um livro tão lindinho que tive que vir compartilhar.


Sinopse: "Imagine que você descobre que seu pai é um rei. Isso mesmo, um rei de verdade em um país no sudeste da Europa. E o rei quer levá-la com ele para assumir seu verdadeiro lugar de herdeira e futura rainha… Foi o que aconteceu com Ana. Pega de surpresa pela informação de sua origem real, Ana agora vai ter que decidir entre ficar no Brasil ou mudar-se para Krósvia e viver em um país distante tendo como companhia somente o pai, os criados e o insuportável Alex. Mudar-se para Krósvia pode ser tentador — deve ser ótimo viver em um lugar como aquele e, quem sabe, vir a tornar-se rainha —, mas ela sabe que não pode contar com o pai o tempo todo, afinal ele é um rei bastante ocupado. E sabe também que Alex, o rapaz que é praticamente seu tutor em Krósvia, não fará nenhuma gentileza para que ela se sinta melhor naquele país estrangeiro. A não ser… A não ser que Alex não seja esta pessoa tão irascível e que príncipes encantados existam. Simplesmente Ana é assim: um livro divertido, capaz de nos fazer sonhar, mas que — ao mesmo tempo — nos lembra das provas que temos que passar para chegar à vida adulta."

Eu tenho um fraco por livros de princesas e príncipes, acho que li e assisti muitos contos de fadas, aí quando vejo um livro com essa temática tenho que ler de qualquer maneira. E foi por isso que resolvi ler "Simplesmente Ana", que é uma espécie de conto de fadas moderno e uma delícia de livro.

Quando comecei a ler o livro de Marina Carvalho percebi que a autora era bem fã de Meg Cabot e sua série "O diário da princesa" já que a estória de Ana é muito parecida com a de Mia, mas isso não é um problema, os dois livros são bons e possuem suas diferenças. Mas tenho que confessar que gostei bem mais do livro da brasileira, isso porque a protagonista é minha conterrânea, ela é mineirinha de BH e algumas das cenas se passaram em locais muito familiares para mim.

Além de me identificar com a protagonista por ela morar na mesma cidade que eu, o livro também me encantou por ser bem fácil e leve der ler, nada muito massante ou chato. A estória de Ana é divertida e ela é uma boa narradora, por ser muito engraçada e muito próxima da realidade (mesmo sendo uma princesa), a narração em primeira pessoa não me incomodou (todo mundo que acompanha o blog sabe que tenho trauma disso).

"Simplemente Ana" é um romance, e claro não podia faltar um homem lindo e perfeito, e no livro ele recebe o nome de Alex. E MEUDEUSDOCÉU! ele é perfeito mesmo, nas primeiras aparições já me encantou (tenho uma queda por mocinhos que levantam apenas uma sobrancelha), e eu torci muito para que os dois ficassem juntos

Esse livro não é algo que vai mudar a sua vida ou fazer grandes questionamentos, é uma leitura leve e praseroza. Eu o li em apenas dois dias e foi ótimo, não me decepcionei, na verdade já estou no aguardo de outros livros da autora. Indico a todos que gostam de um romances, mas que não esperam nada muito complexo.

Boa leitura!
Até o próximo post!


3 comentários:

  1. Mey, adorei a resenha. Vi primeiro lá no Skoob. Obrigada pelas palavras.

    Ah! Dia seis de julho estarei em BH para um evento na Leitura do BH Shopping. Espero você lá. ;)

    Beijos!
    Marina Carvalho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Marina, que bom que você gostou. Seu livro é uma delícia de ler.
      Pode deixar que estarei lá.
      Obrigada pela atenção!

      Excluir
  2. Hun... Que vontade de ler que deu rsrsrs já estou apaixonada!
    Te amo Mey!

    ResponderExcluir

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo