25 abril 2013

Resenha: A Corrida de Escorpião

Eu sempre tive a ambição de um dia escrever livros de fantasias, depois que conheci Maggie Stiefvater eu rezo todos os dias para ter só um pouquinho do dom dela, e que assim possa escrever livros tão maravilhosos como "Calafrio" e "A corrida de Escorpião".


Sinopse: "A cada novembro, os cavalos d'água emergem do oceano e galopam na areia sob os penhascos de Thisby. E, a cada novembro, os homens capturam esses cavalos para uma corrida eletrizante e mortal. Alguns cavaleiros sobrevivem. Outros, não. Aos 19 anos, Sean Kendrick já foi quatro vezes campeão. Ele é um jovem de poucas palavras e, se tem medos, guarda-os bem escondidos, onde ninguém possa vê-los. Puck Connolly é uma novata nas Corridas de Escorpião. Ela nunca quis participar da competição, mas o destino não lhe deu muita escolha. Sean e Puck vão competir neste ano, e ambos têm mais a ganhar - ou a perder - do que jamais pensaram. Mas apenas um deles pode vencer."

Na resenha que eu fiz sobre "Calafrio" elogiei a maneira com que Stiefvater sabe escreveu um romance sem clichês, e em "A corrida de escorpião" ela  repete feito, criando uma estória de amor que não se fecha só na relação entre homem e mulher, ela retratou o amor pela família, o amor pelo o lugar onde vive e o companheirismo entre ser humano e animal. Tudo isso junto construiu uma estória tão particular, que tenho certeza de que ninguém irá repetir esse feito.

A escrita de Maggie Stiefvater é tão perfeita, porque ela te envolve de tal maneira que em alguns momentos parecia que eu também estava cercada pela maresia de Thisby. Tem uma cena em que Sean e Puck cavalgam, que é tão maravilhosamente descrita que também me senti galopando pelos penhascos em cima de um capall uisce. 

A autora consegue a proeza de escrever fantasia com toque de realidade, seus personagens parecem reais, com características tão humanas que é difícil acreditar que aquilo não se passa de imaginação. As relações entre personagens são tão bem construídas, que é fácil para o leitor compreender o porque de tudo que acontece no final. Falando sobre personagens, preciso dizer que o amor de Sean Kendrick e Puck Conolly é tão bonito, sem ser meloso ou forçado, eu me peguei sorrido a cada momento que os dois com seu jeito torto de demonstrar interesse se viam encantados um pelo outro.

Os cavalos na estória tem um papel importantíssimo, a paixão que os personagens sentem por eles nos envolve e nos faz querer ter um cavalo para compartilhar de todas as emoções vividas pelos personagens de "A Corrida de Escorpião". Eu meio que sentir que a enredo do livro também segue a linha de galopar: começa leve, e aos poucos vai nos envolvendo de tal maneira que em certo momento só existe o leitor e o livro, nós nos perdemos nessa leitura, vivenciando cada palavra.

Preciso comentar, que além de ser uma escritora sensacional, Maggie ainda faz booktrailers maravilhosos, eu já era encantada pelos os de "Lobos de Mercy Falls", mas o de "A corrida" é tão encantador e mágico quanto o livro, que eu me apaixonei.



Se você é fã de livros de fantasia corra para a livraria mais próxima e compre esse livro, eu tenho certeza de que você não irá se arrepender. Maggie Stiefvater, pra mim só perde para J.K. Rowling (que já é caso antigo).

Boa Leitura!
Até o próximo post!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo