23 outubro 2012

Resenha: Os Lobos de Mercy Falls: Calafrio



Livros de romances sobrenaturais existem aos montes, mas "Calafrio" mostrou que vai além da simples historinha de rapaz amaldiçoado que se apaixona por mocinha sem graça. Maggie Stifvater escreveu uma obra-prima, um livro que faz com que seu leitor vivencie cada momento como se estivesse em Mercy Falls.


Sinopse: "Quando chega o inverno, Grace é atraída pela presença familiar dos lobos que vivem no bosque atrás de sua casa. Ela espera ansiosamente pelo frio desde que fitou pela primeira vez os profundos olhos amarelos de um dos lobos e sobreviveu ao ataque de uma alcateia  Esses mesmos olhos brilhantes ela encontraria mais tarde em Sam, um rapaz que cresceu vivendo duas vidas: uma normal, sob o sol, e outra no inverno, quando vestia a pele do animal feroz que, certa vez, encontrou aquela garota sem medo. 

Tudo o que Sam deseja é que Grace o reconheça em sua forma humana, e para isso bastaria que trocassem um único olhar. Mas o tempo de Sam está acabando. Ele não sabe até quando manterá a dupla aparência e quando se tornará um lobo para sempre. Enquanto buscam uma maneira para torná-lo humano para sempre, têm de enfrentar a incompreensão da cidade, que vê nos lobos um perigo a ser combatido."


Book Trailer de Calafrio 

"Calafrio" entrou para a lista de livros que eu mais gosto, nunca tinha lido nada que a Maggie tinha escrito, mas depois de ver vídeos e ler resenhas elogiado o quanto ela escreve bem e como seu romances eram maravilhosos, eu não consegui fugir da necessidade de lê-los. O livro me conquistou nas suas primeiras páginas, me fazendo desejar ardentemente tê-lo em minha estante. Devorei a história de Sam e Grace em 3 dias, mas quando acabou a minha vontade foi recomeça-lo e sentir novamente todos os sentimentos e sensações que aquela leitura me proporcionou.

O livro não se aprofunda muito no sobrenatural o enfoque da história é o amor de Sam e Grace, mas isso em momento algum se torna um problema. A maneira como tudo é escrito é tão poético e delicado. Gosto muito da divisão de narradores, vemos os acontecimentos através dos olhos de Sam, sensível e musical, e de Grace, pragmática e direta. Há também a questão da temperatura, a autora sempre coloca a temperatura no começo de cada capítulo, tinha a sensação de que o frio se aproximava também para mim.

Durante todo o tempo de leitura rezava para que algo mágico acontecesse e que os dois pudessem ficar juntos, não me importava se fossem como lobos ou humanos, só queria que ficassem juntos. Sofri a cada lufada de ar que colocava em risco a relação dos dois e me emocionei com as tentativas de Sam para que tudo desse certo. Quando me aproximei do final eu quase enlouqueci de tanta tristeza, mas no último parágrafo todo o sofrimento foi recompensado. Pra mim podia acabar naquele momento, já estava completo. Não posso negar que quero uma continuação só para poder me deliciar com a escrita de Maggie Stifvater, mas tenho medo de que algo aconteça e destrua a série.

Recomendo a todos os fãs de um bom romance que leiam "Calafrio", vocês não irão se arrepender.

"E então eu abri meus olhos e era só Grace e eu - nada em lugar algum a não ser Grace e eu - ela pressionando seus lábios juntos como se quisesse guardar meu beijo dentro dela, e eu, segurando esse momento que era frágil como um pássaro em minhas mãos."

Uma boa leitura!
Até o próximo post!

   




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo