19 setembro 2012

Resenha: A mulher do viajante do tempo

Resolvi ler esse livro do nada e ainda bem que fiz isso, foi um dos livros mais bonitos que eu já li na minha vida.


Henry sofre um distúrbio genético que o faz viajar no tempo. As viagens ocorrem quando ele passa por momentos estressantes, e ele não tem controle sobre elas, ele sempre vai ou volta a momentos emocionalmente importantes da sua vida tanto no passado como no futuro. Em uma de suas viagens Henry conhece Clare uma garotinha que no futuro será sua esposa. Os dois começam a vivenciar um relacionamento em que Clare tem que lidar com as constante ausência de seu amado.

O livro de Audrey Niffegger demonstra muito bem como o amor pode ser o fio de sustentação de um relacionamento difícil. Clare e Henry não só lidam com os problemas naturais de uma relação, mas ainda tem que suportar a inconstância do tempo. O amor dos dois é tão bonito que chega a fazer o coração doer, já que vemos que aquilo tudo é apenas uma criação da imaginação.

Com toda certeza esse livro vai entrar para a lista de livros favoritos, Audrey Niffenegger me fez chorar como a muito tempo eu não chorava lendo um livro.

O livro tem uma adaptação cinematográfica, que se aproxima bastante dele e que foi nomeado no Brasil de  "Te amarei pra sempre", aconselho todos a vê-lo também.



Tenha uma boa leitura e um bom filme!
Até o próximo post!






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo