06 março 2017

Resenha: A Bela e a Fera

Sinopse: "A versão original do clássico que inspirou o novo filme da Disney, estrelado por Emma Watson
Adaptado, filmado e encenado inúmeras vezes, o enredo de A Bela e a Fera vai muito além da jovem obrigada a casar com uma horrenda Fera que no final se revela um lindo príncipe preso sob um feitiço. Nessa edição bolso de luxo da coleção Clássicos Zahar você encontra reunidas duas variantes da história.
A versão clássica, escrita por Madame de Beaumont em 1756, vem embalando gerações e inspirou quase todos os filmes, peças, composições e adaptações que hoje conhecemos. A versão original, que Madame de Villeneuve publicara em 1740, é de uma riqueza espantosa, que entre outras coisas traz as histórias pregressas da Fera e da Bela e dá voz ao monstro para que ele mesmo narre seu destino.
Toda em cores e ilustrada, essa edição conta com ótima tradução do premiado André Telles, uma apresentação reveladora e instigante assinada por Rodrigo Lacerda e cronologia das autoras. A versão impressa apresenta ainda capa dura e acabamento de luxo."

Como a sinopse do livro já diz, temos duas versões da história da Bela e a Fera. A primeira de Madame Beaumont, temos o clássico conto de fadas que todos já conhecem, em que a Bela para salvar o pai vai viver com uma Fera horrenda, mas acaba se apaixonando por  ela. O conto é rápido e sucinto. Já segunda versão de Madame Villeneuve estende essa história, onde temos um conto quase do tamanho de um romance e que novos fatos da história do príncipe amaldiçoado. Eu particularmente gosto mais da versão clássica, já que fiquei com a sensação de que Villeneuve misturou muitos contos nessa história.

O livro além de ter essa duas versões também conta com uma apresentação, que vai mostrar de onde vem o conto e como ele ainda é reflexo em diversos livros de romance. Afinal, quem nunca leu um livro em que o personagem masculino é "monstruoso" e que a mocinha consegue ver por detrás da fachada e consegue transformá-lo. Contos de fada criando falsas expectativas desde 1700.

Essa edição da Zahara é a um tópico a parte, como consegue ser tão linda sendo um livro de bolso? A editora caprichou demais desde a capa dura, em padrões de rosa e roxo, como a folha de guarda de espinhos, até as ilustrações  incríveis em meio a história. Já quero outros livros da coleção Clássicos Zahar.

No mais um livro interessante para conhecer melhor a história da Bela e a Fera. Claro que você vai se lembrar de todas as vezes que assistiu o filme da Disney, porque a base de todo o conto está ali. Uma leitura deliciosa com cheiro de infância.

Até o próximo post!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo